|
eua6-1

Nesta edição do Clipping do Observatório Internacional da Fundação Lauro Campos, salientamos as repercussões mundiais da crise política dos EUA, prestes a ser assumido por Donald Trump. As movimentações diplomáticas da Rússia e da China, o processo eleitoral na França e na Alemanha, o acirramento das tensões internas na Venezuela, o desdobramento dos esquemas de corrupção da Odebrecht pela América Latina, o acúmulo de poder de Erdogan na Turquia, as condições precárias da juventude tunisiana são outros destaques que retiramos dos órgãos de imprensa mais acessados do mundo, reportagem e artigos que não necessariamente correspondem ao ponto de vista deste Observatório.

Charles Rosa – Observatório Internacional da Fundação Lauro Campos

AMÉRICAS

ESTADOS UNIDOS

Trump estaria sendo chantageado pela Rússia, afirma relatório “confidencial”

O site BuzzFeed publicou um suposto documento de espionagem – sem autenticidade verificada – que agravou a crise política dos EUA. O futuro presidente dos EUA, Donald Trump, estaria sendo pressionado pelo governo de Putin a não interferir na área de influência geopolítica da Rússia, por conta de um suposto escândalo sexual do bilionário gravado pelas câmeras em um hotel de Moscou. A especulação gerada em torno do relatório que teria sido elaborado por um espião independente acrescentou doses de antipatia a já fortemente controversa imagem de Trump, além de reavivar a rota de colisão entre EUA e Rússia.

“Como os documentos de inteligência chegaram ao presidente Obama, ao presidente eleito Donald J. Trump e congressistas a respeito de supostos planos russos de chantagem ao Sr. Trump? Há muito perguntas que respostas. Todavia, aqui está um olhar para a história até agora.”

Em inglês:

https://www.nytimes.com/2017/01/11/us/politics/trump-intelligence-report-explainer.html

“Relatório diz que presidente eleito sofre chantagem dos russos. Envolvidos negam e jornalistas americanos debatem a publicação de material sem autenticidade comprovada.”

Em português: https://www.nexojornal.com.br/expresso/2017/01/11/Como-um-dossi%C3%AA-p%C3%B4s-Trump-na-berlinda.-E-a-imprensa-tamb%C3%A9m

Trump concede entrevista coletiva recheada de tensão

“A primeira entrevista coletiva de Donald Trump como presidente eleito dos Estados Unidos foi marcada por perguntas e respostas tensas, a maioria delas dedicada ao tema que tem concentrado as atenções às vésperas de sua posse: a Rússia.” (em português)

http://www.bbc.com/portuguese/internacional-38591271

Secretário de Justiça escolhido por Trump é acusado de histórico racista e xenofóbico

“Jeff Sessions não havia nem sequer começado a defender suas qualidades para se tornar o secretário de Justiça dos Estados Unidos sob a Administração Trump quando as antigas acusações de racismo e xenofobia começaram a alfinetá-lo na sessão do Senado em que teve início, nesta terça-feira, o seu processo de confirmação, o primeiro do gabinete do novo presidente republicano.” (em português)

http://brasil.elpais.com/brasil/2017/01/10/internacional/1484065672_953558.html

Senado começa a minar Obamacare

“O Senado americano, controlado pelos republicanos, votou na madrugada desta quinta-feira um procedimento que abre caminho para a eliminação da lei do seguro saúde, uma iniciativa emblemática do presidente Barack Obama. Neste sentido, os legisladores votaram uma medida de conciliação do orçamento nacional entre a Câmara de Representantes e o Senado, a via legislativa para revogar o chamado ‘Obamacare’. A medida foi aprovada por 51 votos a 48.”

http://dc.clicrbs.com.br/sc/noticias/noticia/2017/01/senado-dos-eua-da-primeiro-passo-para-eliminar-obamacare-9300204.html?pagina=2

Em meio à transição turbulenta, Obama tenta sublinhar legado em discurso de despedida

Evitando tratar diretamente da crise política atual nos EUA, Barack Obama realizou seu último discurso oficial em Chicago. Ao defender as medidas tomadas nos 8 anos dentro da Casa Branca, o democrata apelou para imagens emotivas que reportaram a seu slogan de campanha: “Yes, we can”. Com 57% de aprovação, segundo pesquisa da Associated Press, Obama é visto pela maior parcela do eleitorado como um político esforçado em cumprir suas promessas de campanha, mas que não obteve êxito.

LINKS:

Íntegra do último discurso de Obama (em português): http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2017/01/1848831-sim-nos-fizemos-leia-a-integra-do-discurso-de-despedida-de-obama.shtml

Artigo de Cornel West, crítico ao legado de Obama (em português)

“Há oito anos atrás, o mundo abeirava-se de uma grande celebração: a estreia de um brilhante e carismático presidente negro dos Estados Unidos da América. Hoje abeiramo-nos de um abismo: a tomada de posse de um mitómano e catártico presidente branco em sua substituição”.

http://www.esquerda.net/artigo/lamento-o-triste-legado-de-barack-obama/46333

Artigo do sociólogo William Robinson (em espanhol)

“O projeto de Obama nunca teve a intenção de desafiar a ordem socioeconômica: pelo contrário, tratou de preservar e fortalecer essa ordem para sustentar a globalização capitalista. Foi o governo de Obama e a elite liberal, os encarregados de de abrir a caixa de Pandora do trumpismo.”

http://www.rebelion.org/noticia.php?id=221536&titular=el-fracaso-de-la-revoluci%F3n-pasiva-

Obama anuncia fim de regra migratória especial para cubanos

“Chamada política “pés secos, pés molhados”, que dava residência a quem conseguisse tocar terra, pertence a outra era, afirma presidente, que atende pedido de longa data do governo cubano.O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou nesta quinta-feira (12/01) que acabou, com efeito imediato, com o regime em vigor há décadas que concede autorizações de residência aos imigrantes ilegais cubanos que chegam a território americano.” (em português)

https://noticias.terra.com.br/obama-acaba-com-regra-migratoria-especial-para-cubanos.html

MÉXICO

México começa a sentir efeito Trump

“A montadora americana Ford anunciou na semana passada o cancelamento de investimentos já planejados no México, no valor de 1,6 bilhão de dólares, e a decisão de investir parte do valor (700 milhões) na produção de carros elétricos em Flat Rock, no estado americano do Michigan.” (em português)

http://www.cartacapital.com.br/internacional/mexico-comeca-a-sentir-efeito-trump

Trump confirma muro fronteriço: “México irá pagar”

“Vamos construir um muro”, afirmou esclareceno que não deseja esperar um ano e meio até acabar “nossas negociações com o México, as quais iniciarão depois de assumir a Casa Branca” mas que começará a construir com fundos estadunidenses. “México de alguma forma, e há diversas formas, nos reembolsará… pelo custo do muro. Isso ocorrerá, seja por um posto ou por um pagamento direto…”. (em espanhol)

http://www.jornada.unam.mx/ultimas/2017/01/11/trump-confirma-muro-fronterizo-dice-que-mexico-lo-pagara

COLÔMBIA

Ex-vice-ministro de Uribe é preso por receber suborno da Odebrecht

“O ex-vice-ministro dos Transportes da Colômbia Gabriel García Morales foi preso ontem (12) por suspeita de ter recebido US$ 6,5 milhões da empreiteira brasileira Odebrecht em um esquema de corrupção relacionada a uma obra no país em 2009. A informação é da Agência Ansa. Com isso, García Morales se torna o primeiro político de alto escalão do país envolvendo a Odebrecht no Brasil e no exterior nos últimos 15 anos, período no qual a empreiteira teria desembolsado cerca de US$ 1 bilhão em 12 países para assumir projetos, entre eles em Angola, na Argentina, no Brasil, na Colômbia, República Dominicana, no Equador, na Guatemala, no México, em Moçambique, no Panamá, Peru e na Venezuela.” (em português)

http://agenciabrasil.ebc.com.br/internacional/noticia/2017-01/colombia-prende-ex-vice-ministro-por-esquema-com-odebrecht

PERU

Polícia peruana reprime manifestação contra postos de pedágio

“A manifestação pacífica convocada para esta quinta-feira em Puente Pedra pelos habitantes da região e transportadores contra postos de pedágio, instalados pela empresa Rotas de Lima, terminou em fortes enfrentamentos com a Polícia antidistúrbios. Mais de 600 pessoas foram detidas” (em espanhol)

https://actualidad.rt.com/actualidad/228326-fuertes-disturbios-peru-protesta

ARGENTINA

Desigualdade social se alastra durante governo Macri

“Os argentinos mais ricos são mais ricos e os mais pobres são mais pobres. As estatísticas oficiais mostraram que a desigualdade social cresceu na Argentina durante 2016, ano do início do Governo de Mauricio Macri, um processo lento, mas constante, que começou em 2014, durante os últimos anos do kirchnerismo.” (em português)

http://brasil.elpais.com/brasil/2017/01/06/economia/1483732167_789124.html

Violência policial contra comunidade mapuche na Argentina

A comunidade mapuche de Cushamen, em Chubut, Argentina, sofre as consequências da violência e repressão contra os povos indígenas. Os atropelos contra a comunidade mapuche na província de Chubut, prosseguiram nesta semana, e deixaram um saldo de vários feridos e desaparecidos, consequência da repressão dos efetivos do Exército, Polícia e outros órgãos repressivos”. (em espanhol)

http://www.telesurtv.net/news/Violencia-policial-contra-comunidad-mapuche-en-Argentina–20170112-0003.html

PANAMÁ

Odebrecht pagará US$ 59 milhões de dólares por caso de propinas

“A Odebrecht se comprometeu a pagar US$ 59 milhões ao Panamá como garantia enquanto seus casos de subornos são investigados neste país, informou nesta quinta-feira (12) a procuradora-geral panamenha, Kenia Porcell. Essa é a mesma quantia de dinheiro que o governo dos Estados Unidos estabeleceu que a Odebrecht tinha destinado a pagamentos de propina no Panamá. “Recebi o compromisso formal, de maneira verbal (da construtora), de entregar em um breve prazo os primeiros US$ 59 milhões e/ou garantias que a empresa desembolsou como pagamento de subornos a pessoas naturais e jurídicas panamenhas”, declarou a titular do Ministério Público do Panamá em um pronunciamento à imprensa.” (em português)

http://g1.globo.com/economia/negocios/noticia/odebrecht-pagara-us-59-milhoes-ao-panama-por-caso-de-propinas.ghtml

VENEZUELA

Governo Maduro segue provocando controvérsias no interior do chavismo

Artigo de Gonzalo Freire (Marea Socialista): “Hoje lamentavelmente temos na Venezuela um desvio autoritário, burocrático e corrupto, com políticas de contrarreforma de reassimilação do processo revolucionário ao capitalismo e inclusive com claros elementos contra revolucionários”- (em espanhol)

http://www.rebelion.org/noticia.php?id=221324&titular=%BFqui%E9n-le-hace-el-%22juego-a-la-derecha%22-y-qui%E9n-defiende-al-pueblo?-

Entrevista com o jornalista venezuelano Modesto Guerrero: “O governo de Maduro é o resultado inoperante desse caráter residual do processo político. É um governo que administra o resto do chavismo como movimento e sobrevive porque Deus é muito grande e porque paradoxamente a direita é mais débil, não sobrevive por força própria.”

http://www.rebelion.org/noticia.php?id=221434&titular=la-crisis-de-gobernabilidad-en-el-gobierno-de-maduro-no-es-m%E1s-grave-porque-la-

Tweet de Diosdado Cabello, vice-presidente do PSUV: “A direita volta a enganar sua gente com falsas expectativas de saída de Maduro, mentem e burlam de sua gente”. http://www.hispantv.com/noticias/venezuela/329643/oposicion-engana-seguidores-maduro-destituir-cabello

Líder da MUD, Henrique Capriles é citado em caso de corrupção da Odebrecht

“O opositor venezuelano Henrique Capriles informou nesta quarta-feira (11) que foi citado pela Controladoria Geral para comparecer ao local nesta quinta-feira (12) por uma suposta ligação dele com o caso de corrupção envolvendo a Odebrecht na Venezuela.”

http://www.jb.com.br/internacional/noticias/2017/01/11/opositor-venezuelano-henrique-capriles-e-citado-em-caso-de-corrupcao-da-odebrecht/

ÁSIA

RÚSSIA

Governo russo nega ter “informações comprometedoras” sobre Trump;

“O Kremlin sublinha esta quarta-feira que não possui qualquer material comprometedor sobre o Presidente eleito norte-americano Donald Trump. Segundo o porta-voz do Governo russo, Dmitry Peskov, citado pela agência Associated Press, o dossier é “um disparate total” inventado para causar danos nas relações entre a Rússia e Estados Unidos.” (em português)

http://www.sabado.pt/mundo/detalhe/governo_russo_nega_ter_informacoes_sensiveis_sobre_trump.html

Kremlin reclama de deslocamento de tropas da OTAN para a Polônia

“O envio de tropas e tanques dos Estados Unidos para a Polônia representa uma ameaça os interesses e a segurança da Rússia, afirmou nesta quinta-feira o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov. “Vemos isto como uma ameaça a nós. São ações que representam uma ameaça para nossos interesses e nossa segurança”, disse Peskov em declarações à imprensa russa.” (em português)

LINK: https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/efe/2017/01/12/kremlin-diz-que-envio-de-tanques-dos-eua-para-a-polonia-ameaca-a-russia.htm

Parlamento russo quer descriminalizar violência doméstica

“Nesta quarta feira, o parlamento russo aprovou uma redução das sanções para os agressores de casos de violência doméstica. A proposta foi aprovada quase por unanimidade, apenas com um voto contra e uma abstenção. Esta iniciativa pretende preservar a “tradição de autoridade parental” e prevê que apenas os homens que agridam as mulheres mais do que uma vez por ano possam ser detidos. Ao retirar o crime de violência doméstica do Código Penal, as vítimas deixarão de ter o direito de apresentar queixa.” (em português)

http://www.esquerda.net/artigo/russia-quer-descriminalizar-violencia-domestica/46427

CHINA

Pequim e Moscou acertam medidas contra sistema antimísseis dos EUA na Coreia do Sul

“A China e a Rússia acertaram uma série de medidas, não reveladas, contra a instalação do sistema antimísseis norte-americano THAAD na Coreia do Sul, segundo informa esta sexta-feira a agência oficial chinesa Xinhua. As “contramedidas” têm como objetivo “salvaguardar os interesses da China e da Rússia e o equilíbrio estratégico da região”, segundo um comunicado emitido no final de uma reunião bilateral sobre segurança, citado pela Xinhua.” (em português)

http://www.rtp.pt/noticias/mundo/china-e-russia-acordam-medidas-contra-sistema-antimisseis-dos-eua-na-coreia-do-sul_n975608

Se os EUA desrespeitaram política de uma China, país pode se vingar, diz jornal estatal de Pequim

“O jornal estatal chinês Global Times alertou o presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, de que a China pode buscar vingança se ele renegar a política de uma China única, horas após a presidente de Taiwan ter feito uma controversa escala em Houston, no Texas, durante viagem para a América Central.” (em português)

http://extra.globo.com/noticias/economia/jornal-chines-alerta-trump-que-pequim-pode-se-vingar-se-eua-desrespeitarem-politica-de-uma-china-20747717.html

JAPÃO

Como o Japão praticamente extinguiu as mortes por arma de fogo

“Japão tem uma das menores taxas do mundo de crimes cometidos com armas de fogo. Em 2014, foram registradas no país seis mortes contra 33.599 nos Estados Unidos no mesmo período.” (em português)

http://www.bbc.com/portuguese/internacional-38530919

Trump mira montadoras japonesas; governo do Japão sai em defesa das corporações do país

“Na quarta-feira, em sua primeira entrevista coletiva desde que ganhou a eleição presidencial americana, Trump citou Japão, China, Rússia e México como os países que têm as relações comerciais mais desequilibradas com os EUA. A fala gerou forte repercussão na mídia japonesa.” (em português)

http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2017/01/13/internas_economia,839200/china-tem-superavit-comercial-maior-com-eua-diz-ministro-japones.shtml

COREIA DO SUL

Chefe da Samsung pode ser preso até domingo por corrupção

“Procuradores tentam determinar se pagamentos de cerca de 25 milhões de dólares feitos pela Samsung para fundações e empresas apoiadas por uma amiga da presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye, tinham ligação com uma decisão de 2015 do Serviço Nacional de Pensão de apoiar uma fusão controversa de duas afiliadas do grupo Samsung.” (em português)

https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/reuters/2017/01/13/procurador-da-coreia-do-sul-ira-decidir-sobre-pedido-de-prisao-de-chefe-da-samsung-ate-domingo.htm

MONGÓLIA

Presidente qualifica como “catastrófica” poluição na capitalismo

“O presidente da Mongólia, Tsakhiagiin Elbegdorj, reconheceu nesta quarta-feira que a poluição na capital do país, Ulan Bator, se encontra em “níveis catastróficos” e adiantou que poderia obrigar parte da população a deixa a cidade.

No final do ano passado, a poluição em Uln Bator provocou um protesto de centenas de pessoas pedindo medidas de redução dos altos índices de smog.” (em português)

https://noticias.terra.com.br/ciencia/sustentabilidade/presidente-da-mongolia-qualifica-como-catastrofica-poluicao-na-capital,6845f046f01cd81d22fe0ef61e098278dhw3bahh.html

EUROPA

INGLATERRA

Governo britânico anunciará detalhes do cronograma “Brexit” na próxima semana; ruptura com UE continua nebulosa

A primeira-ministra britânica, Theresa May, vai apresentar mais detalhes sobre seus planos para a saída do Reino Unido da União Europeia em um discurso na terça-feira, disse sua porta-voz nesta quinta-feira. (em inglês)

https://www.theguardian.com/politics/2017/jan/12/theresa-may-to-deliver-long-awaited-brexit-speech-on-tuesday

Artigo do cientista político e historiador Luiz Felipe Alencastro sobre o processo do Brexit (em português)

https://noticias.uol.com.br/blogs-e-colunas/coluna/luiz-felipe-alencastro/2017/01/11/populismo-anti-europeu-sofre-reves-com-atrasos-e-tensoes-do-brexit.htm

Corbyn defende tetos salariais para executivos de empresas com contratos estatais

“Líder trabalhista propõe que os gestores que assinam contratos com o Estado britânico não recebam mais do que 20 vezes o salário do funcionário com remuneração mais baixa.” (em português)

https://www.publico.pt/2017/01/10/mundo/noticia/corbyn-quer-tecto-salarial-maximo-para-patroes-de-empresas-1757808

Israel tentou criar grupos no Partido Trabalhista para desestabilizar liderança de Jeremy Corbyn

“Diplomata israelense gravado a revelar plano para criação de organizações e grupos de jovens para promover influência pró-israelita no Partido Trabalhista britânico e minar a liderança do seu líder, Jeremy Corbyn, um conhecido apoiante da causa palestina.” (em português)

http://www.esquerda.net/artigo/israel-tentou-criar-grupos-no-partido-trabalhista-para-desestabilizar-lideranca-de-jeremy

Metroviários de Londres paralisam metrô por um dia contra os cortes de postos de trabalho

“O pessoal responsável por atender ao público paralisou as atividades das 19 horas do domingo até a mesma hora da segunda-feira, depois que fracassaram os diálogos de última hora com a direção para tentar um acordo. Os sindicatos Assaf e RMT, que representam a coletividade, queixam-se de que supressão de 800 postos de empregos com a eliminação dos bilhetes nas estações criou um estado de insegurança tanto para o pessoal quanto para os passageiros.”

http://www.rtve.es/noticias/20170109/huelga-24-horas-metro-londres-recortes-personal/1470182.shtml

ITÁLIA

Beppe Grillo rompe aliança com UKIP no Parlamento Europeu

“O partido populista italiano Movimento 5 Estrelas (M5S) decidiu esta segunda-feira sair do grupo Europa da Liberdade e Democracia Directa do Parlamento Europeu (EFFD, na sigla em inglês, eurocéptico) e juntar-se à Aliança de Liberais e Democratas pela Europa (ALDE). Este passo compromete a sobrevivência dos primeiros e dividiu os segundos.” (em português)

https://www.publico.pt/2017/01/09/mundo/noticia/beppe-grillo-rompe-alianca-com-farage-no-parlamento-europeu-1757642

Corte Constitucional rejeita proposta de referendo sobre reforma trabalhista de Renzi

“O tribunal rejeitou submeter a referendo a lei que autoriza uma maior abertura do mercado de trabalho de forma a facilitar tanto a contratação quanto a demissão, uma das maiores reformas políticas assinadas nos quase três anos de governo de Renzi. O maior sindicato do país, CGIL, havia pedido que a lei fosse submetida a referendo, por colocar em risco os direitos dos trabalhadores.” (em português)

http://istoe.com.br/italia-barra-referendo-sobre-lei-do-mercado-de-trabalho/

FRANÇA

Le Pen ultrapassa conservador Fillon nas pesquisas de 1º turno, mas perderia segundo turno

“Marine Le Pen, a candidata da extrema-direita às eleições francesas da primavera, está a subir nas sondagens e foram divulgados esta quinta-feira estudos de opinião que lhe dão uma votação maior do que François Fillon — isto na primeira volta. Uma terceira sondagem já assume que vão ser Le Pen e Fillon a passar à segunda volta e, aí, Fillon vence com larga margem.” (em português)

http://observador.pt/2017/01/12/le-pen-ultrapassa-fillon-e-lidera-sondagens-em-franca/

Socialistas discutem candidato para presidenciais

“Manuel Valls, Arnaud Montebourg e Benoît Hamon são os favoritos. O ex-primeiro-ministro tem a difícil tarefa de defender uma governação impopular, o que põe em causa o seu estatuto de favorito.” (em português)

https://www.publico.pt/2017/01/12/mundo/noticia/ha-alguem-na-esquerda-em-franca-com-estofo-de-presidente-os-debates-o-dirao-1757939

Melenchon convoca ato político em Paris

“O candidato de esquerda à presidência da República está convocando uma grande concentração em Paris em 18 de março para impulsionar sua proposta política de mudança. O líder do movimento França Insubmissa chamou os cidadãos franceses a comparecerem na Praça da Bastilha para marchar até a Praça da República, com vistas a defender o projeto de uma “VI República”. (em espanhol)

http://www.prensa-latina.cu/index.php/component/content/?o=rn&id=56270&SEO=candidato-de-izquierda-convoca-a-una-gran-concentracion-en-paris

ESPANHA

Pablo Iglesias pede que representantes do Podemos não se transformem em “políticos”

O líder do Podemos, Pablo Iglesias, quer que o partido reparta sua ação política entre as instituições e as ruas. Iglesias apresenta sua estratégia política no esboço político para o próximo congresso do partido, que leva o nome de Plano 2020. Ganhar do Partido Popular e governar a Espanha, sob premissa fundamental: Podemos não pode se normalizar. “Nossos representantes políticos não podem se converter em políticos”, escreve Iglesias. “Se nos subordinamos à lógica institucional, nos dissolvemos”, insiste. É por isso que o secretário geral não quer deputados usuais, mas “ativistas institucionais”, cujo papel “não pode se limitar ao trabalho nos diferentes parlamenntos”. “Devemos estar em todos e em cada um dos conflitos sociais e escutar os movimentos”, exige Iglesias, que prioriza portanto o protesto na rua, dando-lhe o mesmo relevo que o trabalho institucional.” (em espanhol)

http://politica.elpais.com/politica/2017/01/13/actualidad/1484295900_548092.html

GRÉCIA

Clima severo coloca refugiados em risco

“Matéria publicada nesta terça-feira (10) pelo The Guardian conta que mais de mil refugiados estão passando por temperaturas congelantes em tendas frágeis por toda a Grécia, como resultado da explosão árctica que varreu toda a Europa, provocando críticas no exterior e colocando o governo na defensiva. Segundo reportagem do Guardian o ministro da política de migração, Yannis Mouzalas, admitiu que refugiados no país estavam vivendo em condições terríveis por conta do frio rigoroso e uma queda de neve sem precedentes.” (em português)

http://www.jb.com.br/internacional/noticias/2017/01/10/the-guardian-na-grecia-clima-severo-coloca-refugiados-em-risco-e-governo-sob-fogo/?from_rss=None

ALEMANHA

Possível coalizão entre SPD, Die Linke e Verdes pode desbancar Merkel após eleições de setembro

“Juntos, deputados do partido de centro-esquerda Social-Democrata (SPD), do pequeno partido esquerdista Linke e do ambientalista partido Verde terão mais assentos no parlamento que o bloco conservador de Merkel. As últimas pesquisas mostram que essa tendência deve se confirmar. No entanto, o SPD, de centro-esquerda e que governa com Merkel em uma “grande coalizão” nacional de centro-direita, tem há muito tempo se recusado a cooperar com o Linke em nível nacional, muito por conta da visão de política externa da pequena legenda.” (em português)

http://extra.globo.com/noticias/mundo/partidos-de-esquerda-discutem-coalizao-que-ameaca-governo-de-merkel-na-alemanha-20745598.html#ixzz4VepeZ2Li

IRLANDA DO NORTE

Escândalo provoca antecipação de eleições

“O vice primeiro-ministro Martin McGuinness, do Sinn Féin, anunciou a sua demissão em protesto contra a recusa da primeira-ministra em suspender o cargo enquanto decorre a investigação a um esquema de subsídios que lesou os cofres públicos em centenas de milhões de euros.”

http://www.esquerda.net/artigo/irlanda-do-norte-escandalo-provoca-eleicoes-antecipadas/46329

ORIENTE MÉDIO

TURQUIA

Turquia aprova artigos da Constituição que ampliam poder de Erdogan

“O parlamento da Turquia aprovou, nesta sexta-feira, três artigos sobre a reforma constitucional proposta pelo governo islamita, entre eles o que outorga mais poder ao presidente do país, Recep Tayyip Erdogan.” (em português)

https://noticias.terra.com.br/mundo/oriente-medio/turquia-aprova-artigos-da-constituicao-que-ampliam-poder-de-erdogan,d0b8c83677d7cbab149e8c23b4e1c9191naaieor.html

Erdogan busca apoio de curdos do Iraque para isolar PKK

“Ancara tentam aliciar os curdos iraquianos com promessas de apoio à autonomia, e apoio militar aos Peshmerga, pedindo em troca garantias de que o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (turco) não terá apoios na retaguarda da frente de batalha interna na Turquia.” (em português)

http://www.rtp.pt/noticias/mundo/turquia-tenta-apoio-do-curdistao-contra-o-pkk_v974796

IRAQUE

Forças iraquianas avançam no sudeste de Mossul

“As forças iraquianas fizeram militantes do Estado Islâmico recuar no sudeste de Mossul nesta quinta-feira (12), conseguindo avanços em uma área onde ganhos vinham sendo particularmente difíceis, disseram os militares em comunicado.

Eventual perda de Mossul provavelmente representaria o fim da parte iraquiana do autodeclarado califado do Estado Islâmico.”

http://g1.globo.com/mundo/noticia/forcas-iraquianas-conseguem-novos-avancos-no-sudeste-de-mossul.ghtml

PALESTINA

Congresso do Fatah reafirma submissão do partido ao líder Mahmud Abbas

Artigo de Nicolas Dot-Pouillard y Xavier Guignard- “Um congresso para nada?”

“O sétimo congresso do Fatah abriu-se em Ramala em 29 de novembro de 2016. Mahmud Abbas, também presidente da Autoridade Nacional Palestina e da Organização para Liberação da Palestina (OLP), foi reeleito no mesmo dia, por aclamação, à cabeça do movimento fundado por Yasser Arafat. O Conselho Revolucionário e o Comitê Central do Fatah não seriam eleitos mais que quatro dias mais tarde. A unanimidade de fachada ao redor da figura que vai envelhecendo de Mahmud Abbas (81 anos) não pode ocultar as divisões que minam o Fatah. Negando-se a empreender o debate sobre suas perspectivas estratégicas, a direção política, “cisjordã”, muito próxima à ANP, põe em perigo o futuro da organização”. (em espanhol)

http://www.rebelion.org/noticia.php?id=221451&titular=%BFun-congreso-para-nada?-

ARÁBIA SAUDITA

Artigo de Alain Gresh – “Entre a guerra do Yemen e a guerra de sucessão” – (em espanhol)

Resumo do site Viento Sur: “Alain Gresh descreve o terreno lamacento no qual se encontra o regime saudita cuja intervenção no Iêmen se prolonga, sofre reveses na região e as reformas econômicas empreendidas suscitam numerosas críticas”.

http://vientosur.info/spip.php?article12103

ÁFRICA

LÍBIA

Opositor de governo tutelado pela ONU assume controle de diversas áreas de Tripoli

“O autodeclarado primeiro-ministro que foi afastado pelo governo da Líbia apoiado pela Organização das Nações Unidas (ONU) disse ter retomado o controle nesta quinta-feira de vários prédios do governo na capital, Trípoli, incluindo o do Ministério da Defesa. Khalifa Ghwell disse em comunicado transmitido pela TV que seu autodeclarado governo recapturou “algumas instituições de Estado”, incluindo o Ministério da Defesa, e ordenou que os funcionários voltem ao trabalho.”

http://extra.globo.com/noticias/mundo/rival-de-governo-apoiado-pela-onu-na-libia-diz-ter-controle-de-predios-de-ministerios-em-tripoli-20766198.html#ixzz4VeUQ9YdQ

MARROCOS

Três meses sem formar governo

“O líder do islâmico Partido Justiça e Desenvolvimento, Abdelia Benkiran, vencedor das eleições legislativas de 7 de outubro, não consegue formar governo. Bancadas parlamentares não se entendem para alcançar uma maioria governante.” (em espanhol)

http://internacional.elpais.com/internacional/2017/01/12/actualidad/1484240557_122061.html

GÂMBIA

Tensão política perdura após derrota eleitoral de mandatário há duas décadas no poder

“O mandato de Yahya Jammeh, há 22 anos no poder, termina a 19 de Janeiro. Jammeh perdeu as eleições de 1 de Dezembro para Adama Barrow, reconheceu a derrota, mas dias depois voltou atrás e apresentou um pedido de anulação do escrutínio junto do Supremo Tribunal, alegando irregularidades na contagem dos votos.” (em português)

http://pt.rfi.fr/africa/20170112-gambia-impasse-politico-ameaca-perdurar

TUNÍSIA

Aumento da radicalização na Tunísia não está relacionada com democratização” – Entrevista com Hamza Meddeb, pesquisador do “Centro Carnegie do Oriente Médio” e pesquisador pHd Instituto Universitário de Florença (em espanhol)

Trecho traduzido: “A radicalização violenta na Tunísia apresenta uma dimensão geracional importante: segundo as cifras do Centro Tunisiano de Pesquisa e Estudos sobre o Terrorismo, 80% dos detidos relacionados com casos de terrorismo se encontram entre os 18 e os 34 anos. A opção violenta contribui tanto para legitimar o rechaço de uma sociedade corrupta e injusta como para sacralizar a vitimização de pessoas as quais não se lhes tem deixado nenhuma oportunidade para seguir adiante. O jihadismo constitui portanto um discurso de ruptura particularmente significativo em algumas categorias (jovens delinquentes, estudantes, desempregados, etc.) e em alguns territórios entre os quais se destacam bairros populares ou regiões do interior. A juventude tunisiana sofre uma dupla crise: uma crise de futuro e uma crise de sentido. Segundo o estudo do Banco Mundial sobre a inserção laboral dos jovens em 2015, cerca de 33% dos jovens tunisianos são NEET (not in education, nor in employment, nor in training) [equivalente ao termo ‘nem-nem’]. É uma das taxas mais altas da região. O processo democrático não alterou nada neste sentido dado que a situação econômico piora cada dia mais. A esperança coletiva por uma mudança, pela revolução, desapareceu e deu lugar ao marasmo econômico e ao desencanto. Não há nenhum projeto que mobilize nem instituição política ou religiosa que seja capaz de orientar aos jovens”.

http://www.rebelion.org/noticia.php?id=221450&titular=%22el-aumento-de-la-radicalizaci%F3n-en-t%FAnez-no-est%E1-relacionado-con-la-democratizaci%F3n%22-

CONTINENTE AFRICANO

China investe como nunca na África

“A África é o lugar em que a China mais investe. Segundo um porta-voz do Ministério do Exterior chinês, somente no primeiro semestre de 2016 Pequim fechou 245 novos acordos no valor de 50 bilhões de dólares no continente africano. O Império do Meio já superou, há muito, os EUA e as antigas potências coloniais europeias como principal parceiro comercial dos africanos. No fim de 2016, foi inaugurada a ferrovia entre a Etiópia e Djibuti, construída por empresas chinesas; obras semelhantes estão em execução no Quênia e na Nigéria. Elas são tudo, menos altruístas, e sim parte do projeto Rota da Seda, com o qual a China pretende expandir suas vias de comércio com vista a se tornar a maior potência econômica mundial.” (em português)

https://noticias.terra.com.br/na-africa-china-busca-mais-que-materia-prima,3e28ef5bf520a2c5fc3e016c5276d465dp4dqfw3.html

Veja também