|
fn-2019-06-05-13-24-43-0

Nesta edição do Clipping Semanal, o Observatório Internacional do PSOL destaca as notícias sobre a grave repressão dos protestos no Sudão contra a junta militar que hoje comanda o país africano. Além disso, selecionamos links sobre os seguintes assuntos internacionais: o adiamento das eleições na Argélia, a tumultuosa visita de Donald Trump ao Reino Unido, a vitória dos social-democratas nas eleições dinamarquesas com uma retórica anti-imigração, os maiores protestos na República Tcheca desde 1989, as negociações entre Donald Trump e AMLO para conter a imigração na fronteira sul dos EUA, as novas sanções de Washington à Cuba, as denúncias de violações dos direitos humanos contra o comandante-em-chefe da Colômbia, a aprovação da moção de confiança ao presidente Martín Vizcarra no Peru, a crise migratória na Venezuela, as sombrias ameaças da mudança climática e a memória dos 30 anos do Massacre de Tiananmen na China.

Uma excelente leitura a todos!

Charles Rosa – Observatório Internacional da Fund. Lauro Campos/ Marielle Franco

PROTESTOS NO SUDÃO

THE NY TIMES (06/06): “Grupos pró-democracia do Sudão prometem continuar os protestos após repressão mortal” (em inglês)

Pelo menos 108 manifestantes foram mortos e centenas de outros ficaram feridos desde que as forças de segurança invadiram um acampamento de protesto em Cartum na segunda-feira. Grupos pró-democracia prometeram continuar os protestos pacíficos que ganharam força após a derrubada do presidente Omar Hassan al-Bashir, em abril, até que o conselho militar no poder seja removido e os responsáveis pelas mortes nesta semana sejam levados à justiça.

LEIA MAIS: https://www.nytimes.com/2019/06/06/world/africa/sudan-protests-military-crackdown.html

THE GUARDIAN (06/06): “União Africana suspende Sudão depois de violência contra manifestantes” (em inglês)

O Sudão foi suspenso da União Africana (UA) em meio a temores crescentes de que divisões entre o regime militar no poder possam levar à guerra civil e à anarquia. A decisão do bloco – que tem outros 54 países membros – aumentará significativamente a pressão sobre os novos governantes militares do país, aumentando a perspectiva de isolamento diplomático no continente e sanções se eles não entregarem o poder a uma autoridade civil para permitir uma “saída da crise atual”.

LEIA MAIS: https://www.theguardian.com/world/2019/jun/06/sudan-african-union-suspension-military-rulers 

EL PAÍS (05/06): “Sudão, contrarrevolução à egípcia”, por Luz Gomez García (em espanhol)

Como sucedeu no Egito no verão de 2013, os militares encarregados da aguardada transição primeiro limparam os rebeldes do espaço público e depois anunciaram sem pudor que rompem com os acordos para uma transição democrática. E claro, impõem o seu próprio roterio, no qual não faltam eleições com cartas marcadas e declarações altissonantes chamando à estabilidade e denunciando ingerências estrangeiras. Tudo isso se produziu dias depois de que uma greve geral paralisou o país e mostrou a capacidade de mobilização das forças opositoras. 

LEIA MAIS: https://elpais.com/internacional/2019/06/04/actualidad/1559658668_693186.html 

CRISE POLÍTICA NA ARGÉLIA

AL-JAZEERA (02/06): “Corte Constitucional da Argélia cancela eleição presidencial” (em inglês)

O conselho constitucional da Argélia disse que será impossível realizar eleições para escolher um sucessor para destituir o presidente Abdelaziz Bouteflika no início do próximo mês, como planejado, depois que os dois únicos candidatos foram rejeitados. O conselho disse em comunicado no domingo que rejeitou “os pedidos dos candidatos” e subsequentemente declarou “a impossibilidade de realizar eleições presidenciais em 4 de julho”.

LINK: https://www.aljazeera.com/news/2019/06/algeria-constitutional-council-cancels-presidential-election-190602135645087.html 
PROTESTOS NA REPÚBLICA TCHECA

THE GUARDIAN (04/06): “Maiores protestos na República Tcheca desde 1989 pedem a renúncia de primeiro-ministro” (em inglês)

A República Tcheca testemunhou seu maior protesto político desde a queda do comunismo, depois que cerca de 120 mil pessoas se reuniram em Praga para exigir a renúncia do primeiro-ministro, Andrej Babiš. Agitando bandeiras checas e da UE, os manifestantes encheram a Praça Venceslau, palco de comícios eufóricos há 30 anos que inaugurou a revolução de veludo e pôs fim ao regime comunista na antiga Checoslováquia.

LEIA MAIS: https://www.theguardian.com/world/2019/jun/04/biggest-czech-protest-since-1989-to-call-for-pms-resignation 
ELEIÇÕES NA DINAMARCA

BLOOMBERG (06/06): “Dinamarca se move à esquerda enquanto nacionalistas sofrem profunda derrota” (em inglês)

Os social-democratas da Dinamarca venceram as eleições de quarta-feira, resultando em uma mudança no cenário político que trará consigo um novo governo de esquerda liderado por uma mulher de 41 anos. Os eleitores entregaram aos nacionalistas anti-imigrantes sua pior surra em uma eleição, e o resultado coloca a líder social-democrata Mette Frederiksen na linha de ser o mais jovem primeiro ministro da Dinamarca e apenas a segunda mulher a liderar o governo do país.

LEIA MAIS: https://www.bloomberg.com/news/articles/2019-06-05/danes-set-to-oust-government-as-anti-immigrants-suffer-setback 
VISITA DE TRUMP AO REINO UNIDO

DW (04/06): “Trump no Reino Unido: Entre protestos e promessa de “acordo ambicioso” (em inglês)

Milhares de manifestantes, incluindo o líder da oposição, o trabalhista Jeremy Corbyn, concentraram-se esta terça-feira (04.06), no centro de Londres, para protestar contra a visita de Estado do Presidente dos Estados Unidos ao Reino Unido. “Somos novos, somos velhos, somos brancos, somos negros, somos deficientes, somos LGBT, somos um mosaico completo de diversidade e inclusão”, saudou Corbyn, num discurso perante os manifestantes.

LINK: https://www.dw.com/pt-002/trump-no-reino-unido-entre-protestos-e-promessa-de-acordo-ambicioso/a-49063411 

EL PAIS (03/06): “Editorial – EUA: Trump contra Londres” (em espanhol)

O presidente dos EUA converteu uma visita de Estado a um aliado estratégico numa sucessão de ingerências e insultos.

LINK: https://www.dw.com/pt-002/trump-no-reino-unido-entre-protestos-e-promessa-de-acordo-ambicioso/a-49063411 
ACORDO ENTRE TRUMP E AMLO

EL COMERCIO (07/06): “Donald Trump anuncia acordo com o México e suspende indefinidamente as tarifas pela crise migratória” (em espanhol)

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta sexta-feira à noite que seu país e México alcançaram um acordo sobre imigração, e que as tarifas punitivas que ameaçava lhe impor ficam “suspensos indefinidamente”. 

LINK: https://elcomercio.pe/mundo/actualidad/estados-unidos-donald-trump-anuncia-acuerdo-mexico-suspende-indefinidamente-aranceles-noticia-642856

EL PAÍS (07/06): “México aumenta ofensiva sobre imigrantes para conter ameaça tarifária de Trump” (em português)

O Governo de Andrés Manuel López Obrador prometeu reforçar a fronteira sul do país depois de dois dias de negociações para evitar a entrada em vigor da nova tarifa anunciada por Washington na próxima segunda-feira. Trump exige que seu vizinho do sul aumente ipso facto os controles e assuma mais asilados. 

LINK: https://brasil.elpais.com/brasil/2019/06/06/internacional/1559854140_792455.html

NOVAS SANÇÕES DE WASHINGTON À CUBA

LA TERCERA (04/06): “EUA empareda Cuba com novas sanções que limitam viagens e negócios” (em espanhol)

A partir de agora, os cidadãos estadunidenses só poderão viajar à ilha por ‘motivos específicos’, como a visita a familiares ou por razões laborais. Assim, agora se proíbem “as visitas à Cuba através de embarcações de passageiros e recreativas, que incluem cruzeiros e iates, assim como aviões privados e corporativos”, informou o Departamento de Tesouro, os vôos comerciais, que se reativaram em 2016, seguirão disponíveis.

LINK: https://www.latercera.com/mundo/noticia/ee-uu-arrincona-cuba-nuevas-sanciones-limitan-viajes-negocios/685405/

VIOLAÇÕES DOS DIREITOS HUMANOS NA COLÔMBIA

EL MOSTRADOR (05/06): “Chefe de Exército colombiano dirigiu uma brigada acusada de matar civis fazendo-lhes passar por guerrilheiros das FARCs” (em espanhol)

De acordo com documentos revelados pelo jornal espanhol El País, o comandante-em-chefe do Exército colombiano, Nicacio de Jesús Matínez Espinel, dirigiu uma brigada acusada de realizar, ao menos, 283 supostas execuções extrajudiciais nos departamentos de Guajira e do Cesar, pelo que é denunciado pelo Ministério Público do país latino-americano. 

LINK: https://www.elmostrador.cl/dia/2019/06/05/jefe-de-ejercito-colombiano-dirigio-una-brigada-acusada-de-matar-civiles-haciendolos-pasar-como-guerrilleros-de-las-farc/ 

MOÇÃO DE CONFIANÇA PARA VIZCARRA

FRANCE 24 (06/06): “Congresso peruano aprova questão de confiança ao Executivo de Vizcarra” (em espanhol)

Uma ampla maioria dos legisladores peruanos outorgou o voto de confiança ao Governo do presidente Martín Vizcarra em sua busca para fazer realidade a reforma política e endurecer as leis contra a corrupção. 

LINK: https://www.france24.com/es/20190605-peru-congreso-confianza-vizcarra-corrupcion

CRISE NA VENEZUELA

PÁGINA 12 (05/06): “Mais de quatro milhões de migrantes venezuelanos” (em espanhol)

A Organização Internacional para as Migrações (OIM) e a Agência de Refugiados deas Nações Unidas (Acnur) anunciaram ontem que o número de venezuelanos que abandonaram seu país pela crise que superou a barreira dos quatro milhões, pelo que se converteram num dos maiores grupos de populações deslocadas do mundo. 

LINK: https://www.pagina12.com.ar/198955-mas-de-cuatro-millones-de-migrantes-venezolanos

ANIVERSÁRIO DOS 30 ANOS DO MASSACRE DE TIANANMEN 

BBC (05/06): “30 anos de Tiananmen: Milhares fazem enorme vigília em Hong Kong” (em inglês)

Dezenas de milhares de pessoas se reuniram na noite passada em Hong Kong para recordar o 30º aniversário da repressão que deixou centenas de mortos na praça de Tiananmen, enquanto as autoridades leais ao Partido Comunista Chinês (PCC), intensificavam o controle e a vigilância na capital do país. 

LINK: https://www.bbc.com/news/world-asia-china-48516455

MUDANÇA CLIMÁTICA 

CNN (04/06): “A mudança climática poderia significar uma ameaça existencial para 2050” (em inglês)

Vinte dias de calor letal por ano. Ecossistemas recolhidos. E mais de 1 bilhão de pessoas deslocadas. Todos esses são cenários prováveis que poderiam devastar as sociedades até 2050, se ações rápidas e dramáticas não forem tomadas para conter a mudança climática, de acordo com um relatório do think tank apoiado por um ex-chefe militar australiano. 

LINK: https://edition.cnn.com/2019/06/04/health/climate-change-existential-threat-report-intl/index.html

ARTIGOS E DEBATES DA ESQUERDA INTERNACIONAL

ARGÉLIA

VIENTO SUR (03/06): “Rumo a um ponto sem retorno?”, por Hocine Belalloufi (em espanhol)

A tarefa dos que defendem o socialismo não é dar as costas ao combate democrático e menos ainda de opô-lo a um projeto anticapitalista, mas de vincular ambos num processo permanente e, para não ofender a ninguém, que se dará por fases.

LINK: https://vientosur.info/spip.php?article14881

NICARÁGUA

VIENTO SUR (04/06): “Da recessão à depressão econômica”, por Óscar René Vargas (em espanhol)

A ameaça de transitar da recessão à depressão econômica é real e suas implicações sobre nossa economia não são menores. Não somente pelo que afeta de maneira direta o programa de desenvolvimento da economia nacional, mas por efeitos sociais que pode provocar na sociedade. Em conclusão, podemos dizer que a economia se transformou num elemento que fragiliza ainda mais o regime Ortega Murillo. 

LINK: https://vientosur.info/spip.php?article14888

PRISÃO DE ALI WAZIR 

VIENTO SUR (03/06): “Liberdade para Ali Wazir, fim do toque de recolher, respeito aos direitos democráticos”, por Frente de Esquerdas de Lahore (em espanhol)

O deputado detido é marxista e simboliza as misérias e a resistência da população real contra os talibãs patrocinados pelo Estado. Treze membros de sua família, inclusive seu pai e seus irmão, foram executados pelos talibãs.

LINK: https://vientosur.info/spip.php?article14885

CENÁRIO POLÍTICO ARGENTINO

REBELION.ORG (05/06): “Os próximos meses serão cruciais”, entrevista com Claudio Katz (em espanhol)

O resultado da eleição na Argentina, em outubro, é o determinante. É a eleição chave. E é tão importante, num momento no qual Macri está num declive total, Trump segue apostando suas cartas em que Macri possa ser reeleito. 

LINK: http://www.rebelion.org/noticia.php?id=256807&titular=%22los-pr%F3ximos-meses-de-la-argentina-son-claves%22-

QUESTÃO PALESTINA

REBELION.ORG (05/06): “Trump deu carta branca para Israel fazer o que quiser”, entrevista com Ilan Pappé (em espanhol)

A chave do Oriente Médio não é o Irã, é a Palestina. Obama não permitiu que Netanyahu jogasse esse jogo e se centrou mais na questão palestina e numa tentativa de processo de paz. Trump deu carta branca a Israel para fazer o que quiser. É uma narrativa muito simples mas funciona para eles. 

LINK: http://www.rebelion.org/noticia.php?id=256817&titular=%22trump-ha-dado-carta-blanca-a-israel-para-hacer-lo-que-quiera%22-
CRISE DA SOCIAL-DEMOCRACIA ALEMÃ

SIN PERMISO (02/06): “Bagunça dos social-democratas depois da derrota eleitoral”, por Sebastiano Canetta (em espanhol)

A demissão de sua líder, Andrea Nahles, confirma, fazendo ainda mais grave o prognóstico, os sérios problemas do SPD e ameaça a continuidade do governo alemão, que tão lesivo resultou para a formação social-democrata. 

LINK: http://www.sinpermiso.info/textos/alemania-desbarajuste-de-los-socialdemocratas-tras-la-derrota-electoral

ELEIÇÕES NA DINAMARCA 

ESSF (05/06): “Social-democratas da Dinamarca: liquidando nossos valores”, por Stahl Rune Moller (em inglês)

A eleição geral da Dinamarca resultará no parlamento mais à esquerda em décadas. Mas os social-democratas do país se desonraram com a retórica anti-imigrante.

LINK: https://www.europe-solidaire.org/spip.php?article49180

JACOBIN MAGAZINE (05/06): “Os últimos socialistas”, por Fredrik V. Sand (em inglês)

A Dinamarca é famosa mundialmente por seus serviços públicos e rede de segurança. No entanto, à medida que os social-democratas se afastam de seus valores tradicionais, a esquerda radical é a única força remanescente que defende as proteções do estado de bem-estar social.

LINK: https://jacobinmag.com/2019/06/denmark-red-green-social-democrats-elections

MASSACRE DE TIANANMEN

ESQUERDA.NET (03/06): “China 1989: Os manifestantes, o Partido e o massacre de Beijing”, por Simone Pieranni (em português)

Houve muitas pessoas que protestaram nas ruas durante aqueles dias, tanto estudantes universitários como pessoas de outras categorias sociais. É claro que as histórias que provêm dos “líderes” dos protestos em Beijing receberam a mais ampla cobertura mediática, mesmo anos depois dos acontecimentos. Alguns deles escaparam à repressão graças à solidariedade de muitos outros; alguns conseguiram chegar a Hong Kong e de lá voaram para os Estados Unidos.

LINK: https://www.esquerda.net/artigo/china-1989-os-manifestantes-o-partido-e-o-massacre-de-beijing/61696

Veja também