|
muche

FONTE: Bloque Sindical de Aconcagua | 03/08/2020 | TRADUÇÃO: Charles Rosa

COMUNICADO PÚBLICO DO BLOQUE SINDICAL DE ACONCAGUA

Ante os graves eventos ocorridos em Wallmapu em 1 de agosto recém passado e que implicaram violentos ataques contra comuneros mapuche que ocupavam pacificamente os edifícios municipais de Curacautín, Victoria, Traiguén e Collipuli, desde o Bloque Sindical Aconcagua declaramos:

1- Expressamos nossa plena solidariedade com as irmãs e irmãos mapuches violentamente desalojados dos edifícios municipais por civis de extrema-direita numa ação coordenada por setores de dirigentes gremiais e latifundiários da Região da Araucanía com o aval do ministro do Interito Victor Pérez e carabineros;

2- Na mesma linha, nos somamos ao apoio da greve de fome que há mais de 90 dias sustentam presos políticos mapuche, condenados no marco de processos judiciais viciados, nos quais o Estado Chileno se valeu da montagem e da criminalização como ferramentas para aniquilar e desarticular as justas e heroicas demandas do Povo Mapuche;

3- A ocupação pacífica dos edifícios municipais desalojados tinha a finalidade de fazer entender o governo que é o diálogo, e não a aplicação ardilosa de leis injustas (como a lei antiterrorista), o único caminho viável para resolver este conflito político.

4- Desde o Bloque Sindical de Aconcagua repudiamos todo ato de conotação racista contra o povo mapuche. Ações como as que ocorreram nestes últimos dias devem ser denunciadas nacional e internacionalmente, pelo que chamamos às trabalhadores e trabalhadores de Aconcagua, da região de Valparaíso e do Chile a se colocar de pé junto ao Povo Mapuche e mobilizar-nos para expressar de modo contundente nossa solidariedade.

5- Chamamos às trabalhadoras e trabalhadores de Aconcagua a estar atentos às convocatórias a mobilizações e protestos que desde as Organizações do Povo Mapuche, Movimentos Sindicais e Sociais e a Mesa Unidad Social se convoquem para deter essa ofensiva racista.

!!!ARRIBA A L@S QUE LUCHAN… MARICHIWEU!!!

TODO APOIO AOS QUE LUTAM… MARICHIWEU!!!

Los Andes, 03 de agosto de 2020

Veja também