|
15295535-a524-4d0b-a8ec-8c53fc50e709

As manifestações do último dia 03 de julho demonstraram a disposição dos brasileiros e brasileiras para irem às ruas contra o governo de extrema-direita de Jair Bolsonaro, em um movimento de fortalecimento na mesma medida que a popularidade do governo cai. Nos últimos atos, foram dezenas de cidades registrando manifestações em todo país e no exterior, notando-se a interiorização dos eventos.

Esta manifestação foi marcada pelas novas denúncias de corrupção contra o governo durante as negociações de compras de vacina indiana Covaxin, privilegiada por Bolsonaro por sua relação com o direitista indiano Nahendra Modi, e nas quais se identificou tentativas de superfaturamento. Estas acusações se reúnem a diversas que também pesam sobre Bolsonaro, desde utilização imprópria de verba pública até a relação com grupos criminosos milicianos do estado do Rio de Janeiro.

O momento difícil da pandemia de Covid 19 e suas consequências na economia desgastam ainda mais o governo, que vê antigos aliados passarem ao campo da oposição e enfrenta resistência inclusive em setores da direita e dos grandes meios de imprensa. Como resposta, Bolsonaro tem organizado passeios de moto com simpatizantes e demonstra menor poder de convocação, mas continuando realizando ameaças permanentes de ruptura democrática imitando Donald Trump e começa a denunciar previamente as possibilidades de fraude nas próximas eleições.

A esperança começa a se desenvolver na sura situação brasileira. Não é um momento fácil, os militares majoritariamente apoiam o governo e não se sabe até onde a extrema-direita está disposta a ir, mas a derrota de Bolsonaro já aparece como uma possibilidade. No próximo dia 24 de julho haverá um novo dia de mobilizações no Brasil e ao redor do mundo contra o presidente genocida, e nesse momento todo apoio é importante.

Veja as fotos das manifestações:

Porto Alegre
São Paulo
Belo Horizonte
Brasília
Ouro Preto
Arhus, Dinamarca
Londres, Inglaterra
Coimbra, Portugal
Berlim, Alemanha
Freiburg, Alemanha
Genebra, Suíça

Munique, Alemanha
Cork, Irlanda

Viena, Áustria
Oxford, Inglaterra

Veja também