|
WhatsApp-Image-2021-09-18-at-12.13.57-2-608x630-2

Via Revista Movimento

Na madrugada dessa sexta-feira (17) o nosso escritório político foi invadido e vandalizado pela segunda vez em Belém. Na primeira vez achávamos se tratar de um crime comum, mas as características desta segunda invasão nos demonstram outra finalidade.

A depredação se concentrou no nosso gabinete e na nossa sala de reuniões. Ambos foram completamente revirados e quebrados, sendo que o único objeto de valor levado pelos criminosos foi um notebook, apesar de no local haver outros itens de valor. Outros equipamentos, como impressora, foram deixados.

Nós já registramos a ocorrência e uma perícia será realizada para investigar a motivação desse crime. É necessário que o Sistema de Segurança Pública investigue com rigor essa ação. As características do crime levantam a hipótese de uma ação política no sentido de tentar nos intimidar. Não permitiremos.

Veja também